Coronavírus

Covid-19: Itália regista 542 mortes e 3.836 novos casos 

ALESSANDRO DI MEO

Número de mortes diminuiu em relação ao dia anterior-

Especial Coronavírus

Nas últimas 24 horas, Itália registou 542 mortes por causa do coronavírus, aumentando assim o número de vítimas mortais no país para 17.669.

No balanço feito esta quarta-feira, as autoridades italianas dão conta de 3.836 novos casos de covid-19. Ao todo, já foram infetadas 139.422 pessoas, das quais 3.693 estão nos cuidados intensivos e 26.491 já recuperaram.

Comparado com o balanço anterior, houve uma diminuição no número de mortos, mas um aumento dos novos casos. Na terça-feira, Itália anunciou 604 mortes e 3.039 novos casos.

A Lombardia, que continua a ser a região italiana mais afetada pela pandemia, registou esta quarta-feira 238 mortos, comparando com as 282 vítimas mortais anunciadas no dia anterior. No entanto, houve um aumento dos novos casos na região: 1.089 esta quarta-feira e 791 na terça-feira.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Itália está a conseguir conter a pandemia do coronavírus

Este mês de confinamento obrigatório está, finalmente, a dar resultados visíveis.

Cidade italiana dá dias diferentes a homens e mulheres para as compras

A presidente da câmara de uma pequena cidade da Lombardia, Canonica d'Adda, em Itália, decidiu que homens e mulheres terão dias diferentes para fazer compras, a fim de limitar a multidão nas lojas e lutar contra a pandemia do coronavírus.

"Às terças, quintas e sábados, as mulheres podem ir à padaria", disse Gianmaria Cerea, dirigindo-se a uma mulher-polícia de Canonica d'Adda, perto de Bergamo, considerada a cidade-mártir da pandemia.

"Em contrapartida, nos outros dias, é o seu marido que lá pode ir", explicou.

O município prevê multas de até 400 euros para os infratores desta nova norma.