Coronavírus

Sporting falha pagamento por Rúben Amorim ao SC Braga 

ANDRE KOSTERS

Clube admite que suspensão do pagamento está relacionada com a crise provocada pela covid-19.

Saiba mais...

Rúben Amorim foi contratado pelo Sporting no dia 5 de Março. Para libertar o treinador os leões tiveram de pagar a cláusula de rescisão de 10 milhões, que prendia o técnico ao Sporting de Braga.

O valor fez de Rúben Amorim o terceiro treinador mais caro do mundo, mas o preço parece que vai aumentar, uma vez que o Sporting falhou o pagamento da primeira prestação. Até ao dia 30 de março, os leões tinham de pagar cinco milhões de euros,
mais 2,3 milhões correspondentes ao IVA da operação.

Ao falhar a primeira tranche também a segunda prestação ficou vencida, pelo que o Sporting deve 12,3 milhões de euros ao Braga.

No contrato estabelecido entre os dois clubes estava previsto uma multa em caso de incumprimento.

Assim, se o Sporting não regularizar a dívida antes de sexta-feira, terá de pagar mais um milhão de euros.

A SIC sabe que Liga, Federação Portuguesa de Futebol, UEFA e FIFA já estão a par deste processo.

Caso o Sporting não cumpra poderá ter consequências desportivas, nomeadamente a recusa do licenciamento para as competições UEFA e da própria Liga.

O Sporting não desmente a existência desta dívida e admite que a suspensão do pagamento está relacionada com a apertada gestão financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Fonte oficial dos leões diz que esta "não é uma situação única e unilateral" e relembra que o Sporting entrou em lay-off e foram feitos cortes nos salários de jogadores e administradores.

O Sporting suspendeu pagamentos devido à atual situação de emergência.

Os leões admitem fazer o pagamento, não sabem é quando

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19