Coronavírus

Covid-19: Um futebolista do Moreirense está infetado

O Benfica também tem um jogador infetado.

Saiba mais...

Um jogador do Moreirense está infetado com o novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, na sequência dos testes realizados no sábado, informou este domingo o clube da I Liga portuguesa de futebol no sítio oficial.

"Todo o plantel do Moreirense Futebol Clube, bem como toda a sua respetiva estrutura, realizou ontem [sábado] de manhã os testes de rastreio ao SARS-CoV-2 [novo coronavírus] , testes serológicos e PCR (zaragatoa), tendo-se registado um caso positivo num atleta", lê-se na nota publicada pelo emblema da vila minhota de Moreira de Cónegos.

A confirmação do caso positivo surgiu após a equipa do concelho de Guimarães ter regressado ao trabalho na segunda-feira de manhã, com o plantel, de 26 elementos, dividido entre o Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, onde o Moreirense realiza os seus jogos oficiais como anfitrião, e o Campo das Oliveiras, em Serzedelo (Guimarães), espaço onde treina regularmente.

Os jogadores do oitavo classificado da I Liga, com 30 pontos, voltaram aos treinos no relvado, de forma individual, na sequência das medidas de desconfinamento aprovadas pelo Governo, que permitem a realização das 10 jornadas que restam no campeonato a partir de 30 e 31 de maio.

Desde a suspensão do campeonato, em 12 de março, até ao regresso aos treinos, na passada segunda-feira, jogadores, equipa técnica e restantes elementos da estrutura de futebol 'cónega' permaneceram em casa, preenchendo regularmente questionários relativos aos sintomas da covid-19, elaborados pelo departamento médico.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino