Coronavírus

Companhias aéreas estudam formas de tornar as viagens mais seguras

Companhias aéreas estudam formas de tornar as viagens mais seguras

Desinfetantes com longa duração e materiais com propriedades de autolimpeza podem ser uma solução.

Especial Coronavírus

Com as companhias aéreas a passar por uma crise sem precedentes, a Boeing e a Airbus estudam formas de tornar as viagens de avião mais seguras.

O ponto de partida será sempre o uso de máscara, apesar de os fabricantes asseguram que os filtros da aeronave renovam o ar do avião a cada 2 ou 3 minutos. Porém, esses filtros só funcionam se forem limpos com frequência.

Os fabricantes de aeronaves estão a estudar a utilização de desinfetantes com efeitos até cinco dias e ainda a utilização de materiais com propriedades de autolimpeza.