Coronavírus

Governo vai lançar programa de 60 milhões para retirada de amianto das escolas

MANUEL DE ALMEIDA

António Costa explica que o facto de as escolas estarem encerradas "é uma oportunidade única" para proceder à remoção do amianto.

Especial Coronavírus

O Governo vai lançar um programa para a erradicação do amianto em 700 escolas do país, no valor de 60 milhões de euros, aproveitando o encerramento dos estabelecimentos de ensino devido à pandemia da covid-19, anunciou esta quinta-feira o primeiro-ministro.

Na conferência de imprensa após a reunião desta quinta-feira do Conselho de Ministros, na qual foi aprovado o Programa de Estabilização Económica e Social, na sequência da pandemia da covid-19, António Costa explicou que o facto de as escolas estarem encerradas "é uma oportunidade única" para proceder à remoção do amianto.

Segundo o documento apresentado durante a intervenção do primeiro-ministro, trata-se de um "programa de financiamento dos municípios".

"[...] respondendo, de vez, a uma preocupação de saúde pública que tem vindo a ser paulatinamente atendida, mas que exige agora uma resposta mais contundente, plena e universal", lê-se no Programa de Estabilização Económica e Social.

O programa para a erradicação do amianto insere-se no capítulo dedicado à "Dinamização económica do emprego".