Coronavírus

Bolsonaro ameaça retirar Brasil da OMS

Adriano Machado

Em causa está uma dívida do Brasil para com a OMS, que foi cobrada pelo organismo.

Especial Coronavírus

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil, ameaçou retirar o país da Organização Mundial de Saúde e acusou a entidade de agir de forma política, partidária e ideológica num momento de pandemia.

Estas declarações acontecem um dia após a Organização Pan-Americana de Saúde, ligada à organização mundial de saúde, ter cobrado uma dívida de mais de 24 milhões de dólares, 21 milhões de euros, ao Brasil.

De acordo com o jornal Globo, o valor é relativo a pagamentos que o Governo brasileiro tem em atraso para com a entidade de saúde.

Os últimos dados da pandemia mostram que, no Brasil, já morreram mais de 35 mil pessoas e o número de casos de infetados já ultrapassou os 645 mil.

Veja também:

  • Uma Casa Cheia
    13:06