Coronavírus

Brasil deve 21 milhões de euros a entidade ligada à OMS

Bolsonaro ameaçou sair da organização.

Especial Coronavírus

Jair Bolsonaro diz que o Brasil não precisa do que chamou de "palpites de gente de fora", e ameaça sair da Organização Mundial da Saúde, a exemplo do que fez Donald Trump.

Declarações foram feitas um dia depois de uma organização ligada à OMS ter enviado uma fatura de 21 milhões de euros, para pagamento de uma dívida que o Governo tem em atraso.

Até ao momento, o Brasil, terceiro país mais afetado pela Covid-19, regista 35.026 vítimas mortais e 645.771 casos de infeção.

  • 14:18
  • 2:34