Coronavírus

Lisboa e Vale do Tejo com 731 casos positivos após 14 mil testes em empresas

Armando Franca

Portugal regista hoje 1.512 mortes relacionadas com a covid-19, mais sete do que na sexta-feira, e 36.463 infetados, mais 283, dos quais 215 em Lisboa.

Especial Coronavírus

Dos mais de 14 mil testes de rastreio à covid-19 feitos na região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo em empresas com risco de infeção, 731 casos (5%) deram positivo, revelou hoje o Governo.

“Relativamente à região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, queria dar conta dos resultados do rastreio em empresas onde houve risco de infeção. Dos mais de 14 mil testes efetuados, 95% foram negativos”, observou o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa diária sobre a pandemia.

O governante esclareceu que, dos 731 casos positivos resultantes deste rastreio, “muitos já foram considerados nos boletins epidemiológicos diários”.

“Os que poderão ainda não estar, por dificuldades de cruzamento de bases de dados, entrarão [no boletim] nos próximos dias”, afirmou, sem especificar quantos casos já foram contabilizados no relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Lacerda Sales destacou o empenho das autoridades “em ter um melhor conhecimento da situação no terreno para melhor adequar a resposta à pandemia nas suas diferentes fases”.

Portugal com mais 7 mortes e mais 283 casos de Covid-19

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou este sábado a existência de mais 283 casos de Covid-19 em Portugal, um aumento de 0,8% em relação a ontem. Mais 7 pessoas morreram.

Desde o início da pandemia, Portugal totaliza 1512 mortes e 36.463 infeções.

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais novos casos, com 14.622 casos confirmados, acima dos 14.407 casos totalizados até sexta-feira.

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, com 17.066.

A região Centro contabiliza 3.868 casos confirmados, seguida pelo Algarve (393) e Alentejo (281).

Novo foco de Covid-19 em Espinho

Foi identificada "uma potencial cadeia de transmissão ativa de covid-19" no bairro piscatório da Marinha, em Espinho.

As cinco pessoas infetadas são mesma família e já estão em confinamento.

DGS já autoriza o uso dos chuveiros nos ginásios, mas a distância social é para manter

Quem vai treinar já pode usar os chuveiros, mas só se os balneários em questão assegurarem as condições de distanciamento físico, higienização e desinfeção.

A DGS diz que os 2 metros de distância têm de se manter e aconselha estes espaços a aumentarem a frequência de limpeza.

Além disso torna-se obrigatório assinalar de forma visível quais os cabides, cacifos e chuveiros ou cabines de duche que podem ser utilizados.

Vírus já matou mais de 422 mil pessoas e infetou mais de 7,5 milhões no mundo

A pandemia matou mais de 422.851 pessoas e infetou mais de 7,5 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19:00 TMG desta sexta-feira, baseado em dados oficiais.

De acordo com o balanço da agência noticiosa francesa, às 19:00 TMG (20:00 de Lisboa) de hoje, 7.569.860 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em dezembro passado, na cidade chinesa de Wuhan, dos quais pelo menos 3.384.300 são considerados curados.

Contudo, alerta a AFP, o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que alguns países estão a testar apenas os casos graves com internamento hospitalar, enquanto outros usam o teste como uma prioridade para o rastreamento e muitos estados pobres têm capacidade limitada de rastreamento.

Desde a contagem às 19:00 TMG de quinta-feira, 5.007 novas mortes e 131.826 novos casos foram registados em todo o mundo.

Os países com mais mortes nas últimas 24 horas são o Brasil, com 1.239, os Estados Unidos (856) e o México (587).

Links úteis

Mapa com os casos a nível global

  • 16:14