Coronavírus

Especialistas preocupados com aumento de sintomas graves de Covid-19 nos jovens

Rita Rogado

Rita Rogado

Jornalista

Tomás Pires

Tomás Pires

Editor de Imagem

De acordo com o jornal Expresso, 34% dos doentes internados no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, tem menos de 35 anos.

Especial Coronavírus

Os infecciologistas alertam para o aumento de casos graves entre os mais jovens. À SIC, a médica Isabel Aldir reconheceu que são sinais de alerta e realçou que o vírus não está a ter a evolução que os especialistas previam na comunidade.

A maioria dos jovens com sintomas graves de Covid-19 são saudáveis. No entanto, tiveram de ser internados e até transferidos para os cuidados intensivos.

Além disso, os especialistas estão preocupados com o aumento do contágio de Covid-19 por causa dos ajuntamentos ilegais, como aconteceu nos últimos dias em Lagos, em Carcavelos, no Porto e em Braga.

Com os números de novos casos praticamente acima dos 300 na útlima semana, dizem que os comportamentos de risco podem comprometer os esforços dos últimos meses.

Em entrevista à SIC, Isabel Aldir lembrou que ainda não há cura para a doença e que o dexametasona é usado apenas em doentes em estado grave que precisam de ventiladores.

Já Lisboa e Vale do Tejo é a região mais preocupante do país há um mês. Foram registados, em média, 250 novos casos todos os dias na região. António Costa já veio dizer que pode dar um passo atrás no desconfinamento e o Presidente da República garantiu medidas mais restritivas para travar o contágio.

  • 34:18