Coronavírus

Novas regras na Área Metropolitana de Lisboa. O que se pode ou não fazer? 

Os postos de combustível, por exemplo, ficam proibidos de vender álcool.

Especial Coronavírus

O Governo anunciou na segunda-feira novas medidas para a Área Metropolitana de Lisboa, de modo a conter novos surtos da Covid-19. Mas quais são as novas regras?

A partir das 20:00, todos os estabelecimentos têm de fechar, à exceção dos restaurantes para serviço de refeições até às 23:00. E as bebidas só a acompanhar a refeição e para consumo no próprio estabelecimentos. Os cafés, por exemplo, também têm de fechar às 20:00.

Também não vai ser possível mandar vir bebidas alcoólicas a partir deste horário através das plataformas eletrónicas, como a Glovo ou a Uber Eats.

Já nos postos de combustível, fica proibida a venda de álcool na Área Metropolitana de Lisboa, seja a que hora for. O objetivo é evitar ajuntamentos como os que se viram nas últimas semanas. Fica expressamente proibido, no decreto, consumir bebidas alcoólicas em espaços públicos ao ar livre.

Os ajuntamentos na rua ficam também limitados novamente a 10 pessoas. Qualquer tipo de evento ou encontro com mais gente será considerado crime de desobediência com direito a multa.

Os centros comerciais vão ter um controlo mais apertado, nas entradas e nos corredores. As lojas passam a fechar também às 20:00, sendo que a única exceção é a zona dos restaurantes.

Portugal com 6 mortes e 345 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

A Direção-Geral da Saúde anunciou esta terça-feira a existência de 1.540 mortes e 39.737 casos de Covid-19 em Portugal, desde o início da pandemia.

O número de óbitos subiu, de ontem para hoje, de 1.534 para 1.540, mais seis em relação a ontem, enquanto o número de infetados aumentou de 39.392 para 39.737, mais 345, o que corresponde a um aumento de 0,9%.

Há 441 doentes internados, mais 17 em relação a ontem. 72 encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos, o mesmo número face a segunda-feira.

O número de casos recuperados subiu de 25.548 para 25.829, mais 281.