Coronavírus

Covid-19 em lar de Reguengos de Monsaraz. Idosos infetados transportados para pavilhão

Uma ambulância transporta vários idosos dos cerca de 60 infetados com Covid-19 que estão a ser transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz para um pavilhão preparado para o efeito, Reguengos de Monsaraz

NUNO VEIGA

O concelho de Reguengos de Monsaraz regista o maior surto da doença provocada pelo coronavírus do Alentejo.

Especial Coronavírus

Os idosos infetados com Covid-19 no lar de Reguengos de Monsaraz (Évora), onde surgiu um surto da doença, começaram hoje à tarde a ser transferidos para um pavilhão, no parque de feiras da cidade.

Junto a um dos portões do lar, constatou a agência Lusa no local, perfilou-se cerca de uma dezena de ambulâncias de várias corporações do distrito de Évora para proceder ao transporte de mais de meia centena de idosos, numa operação que começou por volta das 18:30.

A primeira ambulância entrou de marcha a trás através do portão para transportar três idosos para o pavilhão multiusos do parque de feiras, transformado num hospital de campanha.

Subiu para 142 o número de casos de Covid-19 em Reguengos de Monsaraz

O concelho de Reguengos de Monsaraz regista o maior surto da doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 do Alentejo, contabilizando, até hoje, oito mortes (sete utentes e uma funcionária do lar) e 142 casos ativos.

Portugal contabiliza pelo menos 1.587 mortos associados à covid-19 em 42.782 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).