Coronavírus

António Costa considera proposta de 750 mil milhões de euros "adequada" mas deixa aviso

A Comissão Europeia propôs um fundo de recuperação de 750 mil milhões de euros.

Especial Coronavírus

O encontro bilateral do primeiro-ministro português, António Costa, com o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, precede outro encontro, amanhã, com Giuseppe Conte, primeiro-ministro italiano.

Os três países do sul da Europa preparam uma posição conjunta face à proposta de emergência no combate aos efeitos económicos da pandemia por parte da Comissão Europeia.

António Costa diz que o valor em cima da mesa é adequado mas deve ser alargado caso a crise económica se torne mais intensa. Neste contexto, o primeiro-ministro fez ainda alusão a uma possível segunda vaga da pandemia da Covid-19: "Ninguém nos pode garantir que a crise não se venha a agravar ao longo do próximo ano".

A Comissão Europeia propôs um fundo de recuperação de 750 mil milhões de euros.