Coronavírus

DGS garante que nenhum surto de Covid-19 exige cordão sanitário

DGS garante que nenhum surto de Covid-19 exige cordão sanitário

Nem mesmo em Reguengos de Monsaraz.

Especial Coronavírus

A diretora-geral da Saúde disse que nenhum dos surtos de Covid-19 presentes em Portugal justificam um cordão sanitário, nem mesmo em Reguengos de Monsaraz.

Surto no Hospital de São José

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta quarta-feira, durante a habitual conferência de imprensa diária sobre o balanço da pandemia em Portugal, a existência de um foco de Covid-19 no Hospital de São José, em Lisboa.

O anúncio foi feito pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que explicou que os doentes foram retirados das áreas afetadas e que tanto os profissionais de saúde como os doentes estão a ser testados.

Graça Freitas referiu também que a "evolução do surto é muito recente" e que o número de casos positivos está ainda a ser apurado.

Mais 2 mortes e 443 casos de Covid-19 em Portugal

Portugal regista esta quarta-feira mais dois óbitos por Covid-19 em relação a terça-feira, e mais 443 casos de infeção confirmados, dos quais 327 na região de Lisboa e Vale do Tejo segundo os dados da DGS.

De acordo com o boletim epidemiológico diário, o total de óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia é agora de 1.631 e o total de casos confirmados é de 44.859.

A DGS regista 512 internamentos (mais um face a ontem) e 74 doentes nos cuidados intensivos (menos dois em relação a terça-feira).

Lisboa e Vale do Tejo, com um total de 21.256 infetados, permanece como a região onde se regista o maior número de novos casos, com mais 207 nas últimas 24 horas.