Coronavírus

Governo da Catalunha desafia juiz e impõe confinamento em oito municípios 

Quim Torra descarta o estado de emergência.

Especial Coronavírus

O Governo da Catalunha ordenou o confinamento obrigatório em Lérida e noutros sete municípios. Um juiz decidiu o contrário e o presidente do governo catalão vem agora desafiar a decisão judicial.

O Governo da Catalunha impôs o confinamento nas zonas onde os números de infetados com o novo coronavírus não param de aumentar. À meia-noite desta segunda-feira, 160 mil pessoas deviam ficar em casa e sair apenas para ir trabalhar, ao médico ou comprar comida.

Contudo, o juiz de Instrução de Lleida anulou esse confinamento, dizendo que as medidas são desproporcionadas e lembrando que confinar é uma competência do Estado, exercida com a intervenção do Congresso.

O juiz sugeriu ainda que o presidente catalão solicitasse o estado de emergência. Quim Torra descarta essa hipótese e vem a público anunciar um novo decreto-lei.

Espanha regista três mortes por Covid-19 desde sexta-feira

Espanha registou 164 casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus nas últimas 24 horas e desde a última sexta-feira morreram três pessoas com a covid-19, a doença que este provoca, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

O relatório divulgado esta segunda-feira com a atualização da situação epidemiológica no país atualizou o total de pessoas infetadas desde o início da doença para 255.953, dos quais 164 diagnosticados nas últimas 24 horas.

A comunidade da Catalunha é a região com mais novos casos (42), seguida de Aragão (32), da Andaluzia (18) e Castela-Mancha (16) e Estremadura (16).