Coronavírus

Covid-19. Japão em alerta máximo

Vanda Paixão

Vanda Paixão

Editora de Imagem

Na última semana duplicou o número de internamentos.

Especial Coronavírus

Há três semanas que não há mortes por Covid-19 na capital japonesa, mas em média têm surgido 200 novos casos por dia, um valor nunca antes registado na cidade.

ECONOMIA DO JAPÃO EM RECESSÃO PELA PRIMEIRA VEZ DESDE 2015

O estado de emergência no Japão em abril-maio não levou a um confinamento como os ocorridos na Europa, dado que a lei não permite a utilização de métodos coercivos para induzir os habitantes a ficarem em casa.

O primeiro-ministro, Shinzo Abe, levantou o estado de emergência no final de maio e parece pouco inclinado a restabelecê-lo face a uma economia em recessão pela primeira vez desde 2015.

O Japão foi relativamente poupado pela pandemia com um pouco mais de 22.500 infetados e perto de 1.000 mortos desde o início da crise. Há três semanas que não ocorrem mortes ligadas à Covid-19 na capital.