Coronavírus

Polónia levanta restrições a passageiros vindos de Portugal

Aeroporto Frédéric Chopin de Varsóvia

Agencja Gazeta

Em Portugal, morreram 1.764 pessoas das 53.223 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da DGS.

Especial Coronavírus

A Polónia levantou as restrições a passageiros de voos diretos de Portugal, indica esta quarta-feira uma nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português.

"A Polónia retirou Portugal da lista dos países relativamente aos quais mantém restrições de voos diretos, juntando-se assim à Grécia, República Checa, Hungria, Malta, à Roménia, à Bélgica, aos Países Baixos, à Dinamarca e ao Chipre no levantamento total ou parcial de restrições à mobilidade de passageiros oriundos de Portugal", lê-se no comunicado.

"Os factos corroboram o reconhecimento da transparência da informação fornecida pelo nosso país relativamente à evolução da situação epidemiológica, bem como da evidência da capacidade de resposta do nosso Serviço Nacional de Saúde, que em nenhum momento deixou de garantir acompanhamento às pessoas infetadas com Covid-19", acrescenta-se na nota.

O Palácio das Necessidades defende ainda que representa o reconhecimento da "evolução positiva da situação epidemiológica em Portugal", sobretudo na "capacidade para testar em larga escala, "detetar" os casos positivos, "controlar" a transmissão e "tratá-los da forma mais adequada".

Em Portugal, morreram 1.764 pessoas das 53.223 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.