Coronavírus

Covid-19 e as crianças. Pediatra diz que estudo tem de ser interpretado com "prudência" 

Um estudo conclui que as crianças têm um papel mais importante na propagação comunitária da covid-19 do que se julgava. 

Especial Coronavírus

Maria João Brito, pediatra e diretora da Unidade de Infeciologia do Hospital Dona Estefânia, esteve quinta-feira na Edição da Noite, da SIC Notícias, para falar sobre o estudo que diz que as crianças com Covid-19 contagiam mais do que os adultos com a doença.

A pediatra considera que o estudo tem de ser interpretado com "prudência" e destaca outras investigações feitas pela Europa que não chegaram aos mesmos resultados.

Maria João Brito diz que, neste momento, não há nenhuma criança internada com Covid-19 no Hospital Dona Estefânia e fala sobre o MIS, "uma complicação da Covid que atinge apenas a idade pediátrica e o jovem adulto".

A pediatra revela ainda que sempre foi defensora do regresso das crianças às escolas e às creches:

"Nós não podemos viver confinados para sempre. Nem as crianças, nem os adultos. Mas as crianças estão numa fase muito importante da sua vida e precisam de se desenvolver."

Um estudo divulgado esta quinta-feira conclui que as crianças têm um papel mais importante na propagação comunitária da covid-19 do que se julgava, com cargas virais superiores às dos adultos doentes, mas permanecendo assintomáticas.

  • 14:18
  • 2:34