Coronavírus

Costa: "Voltar a parar o país teria um custo absolutamente insuportável para a vida das famílias"

Secretário-geral do PS diz que "nem em férias podemos relaxar". 

Especial Coronavírus

António Costa alerta que um novo confinamento geral, devido à pandemia do novo coronavírus, pode ter custos demasiado elevados para as famílias portuguesas.

No discurso de abertura do XIX Congresso da Federação Distrital do Porto, este sábado, o secretário-geral do PS diz que o país está a entrar numa fase preocupante e que não é tempo para relaxar.

Além disso, diz que é fundamental um acordo político alargado para os fundos comunitários, cuja participação será estendida a "quem vier por bem".

MAIS 5 MORTES E 497 NOVOS CASOS DE COVID-19 EM PORTUGAL

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou este sábado a existência de 1.860 mortes e 63.310 casos de Covid-19 em Portugal desde o início da pandemia.

O número de mortes subiu de 1.855 para 1.860, mais 5 do que na sexta-feira - quatro mortes na região de Lisboa e Vale do Tejo e outra na região do Norte.

O número de infetados aumentou de 62.813 para 63.310, mais 497.