Coronavírus

Covid-19. Marcelo preocupado com os números da última semana 

Chefe de Estado pede que portugueses sejam responsáveis.  

Especial Coronavírus

O Presidente da República mostrou-se este domingo preocupado com os números mais recentes da covid-19 em Portugal.

Marcelo Rebelo de Sousa pede responsabilidade aos portugueses para o Serviço Nacional de Saúde não perder a capacidade de resposta.

Num só dia, o chefe de Estado visitou três lares em Alcoutim. Cumpriu sempre as distâncias de segurança e lembrou que é assim que tem de ser para que os números não dispararem, tal como aconteceu este fim de semana.

Na próxima terça-feira, o país entra em situação de contingência, mas para o Presidente da República as sanções não se podem sobrepor às responsabilidades dos portugueses.

Quanto ao ano letivo, Marcelo diz que foi feito o melhor possível, mas lembra que não pode haver obra perfeita, tendo em conta o tempo de preparação.

PORTUGAL COM MAIS 7 MORTES E 673 NOVOS CASOS DE COVID-19

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou este domingo a existência de um total de 1.867 mortes e 63.983 casos de Covid-19 em Portugal desde o início da pandemia.

O número de mortes subiu de 1.860 para 1.867, mais 7 do que no sábado - 6 na região de Lisboa e uma no Norte.

O número de infetados aumentou de 63.310 para 63.983, mais 673.

Em vigilância estão 36.398 contactos, mais 343 em relação a sábado.

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias