Coronavírus

Portugal regista mais 14 mortes e 427 novos casos de covid-19

Rafael Marchante

O último balanço da DGS.

Especial Coronavírus

Portugal contabiliza hoje mais 14 mortos relacionados com a covid-19 e 427 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.032 mortes e 80.312 casos de infeção, estando hoje ativos 27.568 casos, mais 155 do que na segunda-feira.

A DGS indica que das 14 mortes registadas, 10 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde também se verifica o maior número de infeções, três na região Norte e uma no Centro de Portugal.

Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim revela que nas últimas 24 horas há mais 31 internados em enfermarias e menos dois nos cuidados intensivos relativamente a segunda-feira.

No total, há 732 doentes internados em enfermaria e 104 em Unidades de Cuidados Intensivos, de acordo com o relatório da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.

O boletim refere ainda que as autoridades de saúde têm em vigilância 46.437 contactos, mais 165 em relação a segunda-feira, e que 258 doentes foram dados como recuperados.

Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram da doença 50.712 pessoas.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 131 novos casos de infeção, contabilizando a região 40.731 casos e 806 mortes.

A região Norte regista hoje mais 231 novos casos de infeção por SARS-CoV-2, totalizando 29.113 e 899 mortos desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 35 casos, contabilizando 6.503 casos e 268 mortos.

No Alentejo foram registados mais 15 casos de infeção, totalizando 1.587 e 25 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais nove casos, somando 1.841 situações de infeção e mantém os 19 mortos.

Na Região Autónoma dos Açores foi registado mais um caso nas últimas 24 horas, somando 286 infeções e 15 mortos desde o início da epidemia.

Na Madeira, foram registados mais cinco casos, contabilizando 251 infeções, sem registo de óbitos até hoje.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções. A faixa etária entre os 40 e os 49 é a que regista o valor mais elevado.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 36.429 homens e 43.883 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.018 eram homens 1.014 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

"Reforço de meios nas unidades de saúde pública foi praticamente inexistente"

Ricardo Mexia, presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública, esteve esta segunda-feira na Edição da Noite, da SIC Notícias, para uma análise à situação da covid-19 em Portugal.

Ricardo Mexia comparou os números atuais aos da primeira fase, considerando que "ainda não atingimos os valores daquela altura".

O presidente da associação considerou importante a vacinação contra a gripe e as medidas impostas para reduzir a disseminação dos outros vírus respiratórios.

Ricardo Mexia disse ainda que o reforço de meios nas unidades de saúde pública foi "praticamente inexistente".

OMS pede aos governos que combatam cansaço crescente das pessoas diante da pandemia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu hoje aos governos europeus que combatam o cansaço crescente das pessoas diante da pandemia do novo coronavírus e das medidas de restrição impostas, que nalguns casos atinge 60% da população.

Em todo o mundo, a covid-19 já provocou mais de um milhão e trinta mil mortos e mais de 35,2 milhões de casos de infeção.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.