Coronavírus

Covid-19 em Portugal. Graça Freitas diz que não é possível prever pico da segunda vaga

Diretora-geral da Saúde reforça apelos à população.

Especial Coronavírus

A diretora-geral da Saúde diz que não é possível prever quando será o pico da segunda vaga. Oito meses depois do primeiro caso em Portugal, Graça Freitas voltou a lembrar os apelos à população.

"Todos sabemos que neste momento estamos numa fase ascendente e temos de recordar a todos nós que é nossa responsabilidade achatar essa curva. A grande medida é reduzir o número de contactos", reforçou.

Na conferência de imprensa, a responsável disse que é importante manter as rotinas com precaução, sem deixar de ir à escola, ao trabalho ou ao teatro.

Questionada sobre as presidenciais, a diretora-geral da Saúde garantiu que já estão a ser preparadas, em conjunto com a Comissão Nacional de Eleições.

Veja também:

  • 1:44