Coronavírus

Covid-19. Surto com 60 infetados em lar da Misericórdia de Paços de Ferreira

Mais de 40 dos infetados são utentes.

Especial Coronavírus

Um surto no lar da Santa Casa da Misericórdia (SCMPF) de Paços de Ferreira, no distrito do Porto, causou 60 infetados pelo novo coronavírus, sendo 46 utentes e 14 colaboradores, revelou esta quarta-feira a instituição.

Em comunicado, a SCMPF esclarece a Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) onde surgiu o surto tem 58 utentes e que, dos 46 com testes positivos para o coronavírus, que provoca a covid-19, "quatro estão internados em unidades hospitalares".

Os restantes "12 utentes testaram negativo", indica a instituição, esclarecendo que o surto teve início em "meados de outubro" e que a informação esta quarta-feira divulgada corresponde "à última testagem", feita no dia 26.

À Lusa, a vice-provedora Mercedes Barros, explicou que utentes com casos positivos "foram colocados numa ala covid num novo espaço da Misericórdia". Acrescentou que a "maioria está assintomática e que, em alguns casos, se regista febre ligeira".

A responsável deu conta ainda de "três óbitos ocorridos entre o final da semana passada a atual", mas que "não estão associados à pandemia". Relativamente aos óbitos, o comunicado da instituição refere que um dos utentes morreu "por doença súbita e dois por pneumonia" e que todos "já tinham antecedentes clínicos relevantes".

Relativamente aos 39 profissionais que trabalham na ERPI, a Misericórdia revelou que "14 acusaram positivo à covid-19" e que três deles "regressam no final da semana ao trabalho". Os demais devem fazê-lo uma semana depois.

"Três desses funcionários estão em isolamento profilático", lê-se ainda no comunicado.

A SCMPF acrescenta que, no âmbito da cooperação com o Serviço Municipal de Proteção Civil, foi feita a "revisão e permanente atualização do plano de contingência, em articulação com a Autoridade de Saúde Local e Segurança Social".

"Foram instaladas camas para a criação de condições de isolamento institucional" e "feita a descontaminação das instalações, levada a efeito pelo Elemento NBQ do Exército, em articulação com o Comando Distrital de Operações de Socorro", diz.

As "desinfeções complementares" foram feitas pelos "Bombeiros Voluntários de Freamunde" e "foram reforçadas as equipas de cuidadores, num total de cinco ajudantes de lar, provenientes das Brigadas de Emergência da Segurança Social".

Da parte da câmara, salientou a Santa Casa, foi "reforçada a entrega de Equipamentos de Proteção Individual".

A colaboração das várias entidades, sustenta a Santa Casa, "permitiu conter o surto, isolar em segurança os utentes negativos, bem como aumentar a segurança das equipas nos cuidados aos utentes positivos".

Portugal com mais 59 mortes e 7.497 casos de covid-19, 3.927 nas últimas 24 horas

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim diário desta quarta-feira que há mais 59 mortes e 7.497 novos casos de Covid-19 em Portugal. No total, o país regista 2.694 vítimas mortais e 156.940 infetados pelo novo coronavírus.

A DGS explica que dados apresentados no relatório desta quarta-feira incluem o somatório de 3.570 casos, decorrentes do atraso no reporte laboratorial, principalmente de um laboratório na região Norte, desde o dia 30 de outubro.

Nas últimas 24 horas estão mais cinco doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos, totalizando 325.

Em relação aos internamentos em enfermaria são agora 2.337pessoas, menos 12 do que na terça-feira.