Coronavírus

Estado de emergência volta a fustigar negócios. Há restaurantes e lojas a avançar para insolvência

Empresas já registavam quebras superior a 60%.

Especial Coronavírus

Entre as medidas restritivas anunciadas no sábado pelo Governo no âmbito do decreto do estado de emergência, as limitações de circulação são as que mais preocupam os restaurantes e o comércio.

Com quebras na faturação superiores aos 60%, o setor teme que agora as empresas tenham de avançar para a insolvência.

O Governo já tinha anunciado medidas de apoio ao setor, como a criação de subsídios às micro e pequenas empresas e o desenvolvimento de um mecanismo que converte empréstimos com garantia do Estado em créditos a fundo perdido. Para os empresários, as medidas são insuficientes.

  • 4:11