Coronavírus

Fadiga da pandemia. “Temos esse direito, é humano e a própria OMS já reconhece”

Mauro Paulino

Mauro Paulino

Psicólogo Clínico e Forense

O psicólogo clínico Mauro Paulino em entrevista no Jornal 22|01 da SIC Notícias.

Especial Coronavírus

Questionado sobre o cansaço provocado pela pandemia, Mauro Paulino explica que reconhecer que ele existe é o primeiro passo para pedir ajuda para lidar com o stress e ansiedade que provoca. Diz ainda que é natural que aconteça, e que até a própria Organização de Mundial já reconhece a sua existência.

O psicólogo afirma que está sobretudo ligado à incerteza de quanto tempo esta situação pandémica vai durar e também à desinformação partilhada nas redes sociais.

Destaca ainda os milhares de pessoas que neste momento se encontram num processo de luto por familiares ou amigos que faleceram devido à covid-19, e alerta que o isolamento numa fase de luto é um risco e que é necessário pedir ajuda para lidar com a situação.

“Por cada que pessoa que faleceu, em média seis pessoas entram num processo de luto. Estamos a falar de mais de 17.000 pessoas relativamente aos óbitos pela covid-19 em Portugal. As pessoas nem sempre se podem despedir e isso pode afetar o luto”, conclui.

Veja também: