Coronavírus

OMS avisa que é preciso desenvolver mais vacinas contra a covid-19

Há 52 vacinas a serem testadas em humanos.

Saiba mais...

A Organização Mundial de Saúde avisa que é preciso desenvolver mais vacinas e de diferentes variedades contra a covid-19.

Para a OMS, uma só vacina não é suficiente. Mantém-se o objetivo de imunizar 20% da população de cada país em 2021.

A vacina da BioNTech, que revelou 90% de eficácia na fase final de testes, terá de ser ainda aprovada pelas agências do medicamento. Só a União Europeia já fechou acordo para a compra de 200 milhões de doses. Os Estados Unidos encomendaram 100 milhões.

Entre os 52 projetos em curso, a serem testadas em humanos, a vacina da Pfizer poderá ser a primeira a ser aplicada já em dezembro.

Veja também:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia