Coronavírus

CDS pede ao Governo "humildade e humanidade" para lidar com crise na restauração

Líder dos centristas esteve com os empresários em greve de fome.

Saiba mais...

O presidente do CDS visitou esta terça-feira os nove empresários que estão em greve de fome em frente à Assembleia da República desde sexta-feira. Francisco Rodrigues dos Santos pediu ao Governo humildade e humanidade para lidar com a crise na restauração.

Os centristas lembraram ainda as reuniões do Infarmed, onde os especialistas afirmaram que os restaurantes não são um grande foco de contágio, acusando o primeiro-ministro de tomar medidas com base nos jornais.

"Neste momento estoa com zero faturação, para além de todas as quebras e prejuízos que tiveram, e o governo não lhes está a dar um cêntimo. Isto é preverso, isto é desumano e é inaceitável dos dias de hoje", sublinhou Francisco Rodrigues dos Santos.

Hoje é o quinto dia em que os empresários da restauração, bares e discotecas estão em greve de fome em frente à Assembleia da República. A SIC sabe que o Governo se recusa a receber os nove empresários e só aceita reunir-se com representantes do setor.