Coronavírus

Covid-19. Casos diminuem em 30% no Reino Unido e ansiedade dispara em França

Nos hospitais psiquiátricos da Normandia, em França, dispararam os diagnósticos de ansiedade e depressão e há um aumento acentuado de jovens adultos em tratamento.

Saiba mais...

Em Espanha, em França e no Reino Unido as restrições das últimas semanas resultaram e baixaram já o número de infeções.

Os profissionais de saúde em Espanha exigem melhores condições: dezenas de profissionais manifestaram-se à chegada da presidente da comunidade de Madrid. Contestaram a inauguração do novo hospital da capital espanhola, que custou mais de 100 milhões de euros e abre sem médicos nem enfermeiros suficientes.

Em França, as restrições sociais e económicas para travar o contágio tiveram já graves consequências na saúde mental da população. Nos hospitais psiquiátricos da Normandia, dispararam os diagnósticos de ansiedade e depressão e há um aumento acentuado de jovens adultos em tratamento.

No Reino Unido, houve celebração do último dia de confinamento. Três semanas de restrições nas cidades e regiões com mais casos diminuíram em 30% o número de infeções.

No entanto, por toda a Europa, há governos que querem manter os planos de controlo da pandemia até à chegada das vacinas.

Esta terça-feira, os Países Baixos tornaram-se um dos últimos países europeus a decretar o uso obrigatório da máscara para maiores de 13 anos. Oficialmente, o Instituto holandês de Saúde mantém a posição que a medida não diminui o risco de contágio. O governo apela à responsabilidade cívica.