Coronavírus

Ao 6.º dia de greve de fome, alguns partidos associam-se ao movimento "A Pão e Água"

Empresários da restauração, bares e discotecas exigem ser recebidos pelo Governo.

Especial Coronavírus

Os empresários da restauração, bares e discotecas estão desde sexta-feira em greve de fome em frente ao Parlamento, em Lisboa.

Depois do líder do CDS ter sido convidado a sair da tenda montada pelos manifestantes, alguns políticos do Bloco de Esquerda, PAN e PSD associaram-se ao movimento "A pão e Água" e criticam o governo por não ouvir os grevistas.

Os empresários que estão há seis dias em greve de fome e a dormir na rua em protesto contra as decisões do executivo exigem ser recebidos pelo Governo.