Coronavírus

OMS lamenta: "Uma a duas pessoas morrem, por minuto, nos EUA"

Mickael Ryan, da Organização Mundial de Saúde, diz que os números de mortos e de casos de Covid-19 nos EUA são "chocantes", sobretudo num país com um "forte sistema de saúde e capacidades tecnológicas fantásticas".

Saiba mais...

Numa altura em que os EUA estão perto de superar os 15 milhões de casos e totalizam mais de 283 mil mortes por Covid-19, a OMS apoia-se nos "chocantes" números no país para defender o cumprimento das medidas, especialmente durante a quadra natalícia.

Uma preocupação partilhada por Anthony Fauci. O imunologista diz que as próximas semanas serão críticas e que tudo vai depender da forma como as pessoas vão, ou não, adotar as medidas de isolamento social no Natal e Ano Novo.

Entretanto, entre avanços e recuos, e apesar dos números dramáticos, Nova Iorque decidiu reabrir as escolas do pré-escolar e ensino básico. Em sentido contrário, Minneapolis, Detroit, Boston, Indianápolis e Filadélfia abandonaram o regime presencial e os planos de reabertura por causa do número crescente de casos.

No Brasil, o Estado de São Paulo já anunciou um plano de vacinação: o imunizante, produzido pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, vai começar a ser aplicado a partir do dia 25 de janeiro de 2021.

O Estado brasileiro mais afetado pela pandemia adianta-se, assim, ao plano do Governo central que prevê iniciar a vacinação só em março de 2021. No entanto, Jair Bolsonaro já veio garantir que a vacina será distribuída de forma gratuita e facultativa.

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino