Coronavírus

Vacina contra a covid-19. Especialistas desvalorizam reações alérgicas 

Pfizer e Moderna com dados "robustos". 

As agências reguladoras do medicamento na Europa e Estados Unidos contam autorizar as vacinas contra a covid-19 assim que tiverem analisado todos os parâmetros de segurança e eficácia.

A Agência Europeia do Medicamento revelou que os dados até agora analisados das vacinas da Pfizer/BioNTeh e da Moderna são "robustos". A acontecerem, a autorizações são esperadas para os dias 29 de dezembro e 12 de janeiro respetivamente.

Quanto às reações alérgicas à vacina da Pfizer, detetadas no Reino Unido, aconteceram todas em indivíduos com histórico de alergias severas e os especialistas consideram-nas - até agora - em linha com as outras vacinas.

O Brasil também concedeu esta quinta-feira autorizações de emergência para quatro vacinas: AstraZeneca, Pfizer, Johnson's e Sinovac.