Coronavírus

Covid-19. Funcionários de lar na Alemanha foram vacinados por engano com cinco doses

Ronald Zak

Em causa está erro humano.

Saiba mais...

Oito funcionários de um lar na Alemanha foram vacinados individualmente com cinco doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech, um erro durante a inoculação que, até ao momento, não teve quaisquer consequências graves, foi divulgado esta segunda-feira.

Quem são estas pessoas?

As pessoas em questão são sete mulheres e um homem, com idades compreendidas entre os 38 e os 54 anos, que trabalham num lar em Stralsund, no nordeste da Alemanha.

Fazem parte dos grupos prioritários que foram definidos pelas autoridades alemãs para receberem, numa fase inicial, a vacina desenvolvida pelo grupo farmacêutico norte-americano Pfizer e pela empresa alemã BioNTech, aprovada na passada segunda-feira pela Agência Europeia do Medicamento (EMA) e que começou a ser administrada na Alemanha desde o fim de semana.

Erro humano

Durante a administração da vacina, ocorrida no domingo, os oito funcionários receberam por engano, cada um e de uma só vez, cinco doses da vacina, segundo informou o administrador do distrito onde fica localizado o lar, Stefan Kerth, citado pelas agências internacionais.

O representante assegurou que todos foram imediatamente informados do erro.

Quatro funcionários foram admitidos para observação no hospital com sintomas ligeiros de gripe, enquanto os restantes três foram para casa.

"Lamento profundamente este incidente", declarou Stefan Kerth, garantindo que esta situação é um caso isolado provocado por um erro humano.

"Desejo a todos os visados que não ocorram efeitos secundários graves", acrescentou.

Nos testes clínicos chegaram a ser administradas doses maiores

Antes do lançamento da campanha de vacinação que arrancou em simultâneo em vários países europeus no fim de semana, o laboratório alemão BioNTech informou que durante as fases de testes chegaram a ser administradas doses maiores da vacina do que as recomendadas e que o processo não tinha surtido efeitos secundários graves.

A vacina Pfizer/BioNTech, desenvolvida em menos de um ano e que deve ser administrada em duas doses, com 21 dias de intervalo, é entregue numa ampola que, quando diluída, dá para cinco doses.

As autoridades de saúde alemãs anunciaram, através de uma porta-voz do Ministério da Saúde, que as ampolas da vacina Pfizer/BioNTech poderão dar provavelmente para um total de seis doses.

  • 3:26