Coronavírus

Liga profissional de futebol vai ser mantida em atividade, garantiu primeiro-ministro

O primeiro-ministro, António Costa, fala aos jornalistas no final da reunião do Conselho de Ministros no Palácio da Ajuda, em Lisboa

ANTÓNIO COTRIM

António Costa anunciou esta quarta-feira as novas medidas de confinamento geral, em vigor a partir das 00:00 de 15 de janeiro.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu esta quarta-feira que a I Liga portuguesa de futebol e "ligas equiparadas" vão manter-se em atividade durante o novo confinamento geral, devido à pandemia de covid-19.

"Relativamente às atividades desportivas, as [restrições e encerramentos] de lazer são mantidas, com as exceções no mesmo regime de março e abril. Sobre a Liga profissional [de futebol] e ligas equiparadas às profissionais, são mantidas em atividade, obviamente sem público", declarou António Costa no final da reunião do Conselho de Ministros, durante a qual foram decididas as medidas do novo confinamento.

Segundo um documento distribuído durante o 'briefing' do chefe do Governo, será permitido exercício individual ao ar livre, com ginásios e outros recintos desportivos encerrados.

O outro ponto dedicado ao desporto aponta que possam continuar em atividade "seleções nacionais e primeira divisão sénior sem público", sem que este esclareça se se refere a todas as modalidades e a ambos os géneros de competição, masculino e feminino.

O nono Estado de Emergência foi aprovado hoje no parlamento e entra em vigor na quinta-feira, mantendo-se em vigor até 30 de janeiro.

Portugal ultrapassou hoje os 500 mil casos de infeção com o novo coronavírus registados desde o início da pandemia, em março de 2020, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, com o registo de 10.556 novos casos nas últimas 24 horas, Portugal atingiu hoje os 507.108 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19.