Coronavírus

Resolvido surto de covid-19 no lar da Misericórdia de Serpa que causou 15 mortos

Foram infetadas 92 pessoas com o novo coronavírus no Lar de S. Francisco.

Especial Coronavírus

O surto de covid-19 que infetou 92 pessoas no lar da Santa Casa da Misericórdia de Serpa, no distrito de Beja, e provocou 15 mortos, está resolvido, revelou hoje o provedor.

"Felizmente, o surto está resolvido", disse à agência Lusa António Sargento, referindo os outros infetados já estão recuperados.

De acordo com o provedor, o lar vai ser desinfetado no domingo, às 17:00, "seguindo o protocolo que se cumpre em todos os lares atingidos por surtos" de covid-19.

No domingo, acrescentou, os utentes do lar vão ser transferidos para a Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP), situada no Pavilhão Municipal dos Desportos, na cidade de Serpa, onde ficarão alojados durante o tempo necessário para a realização da desinfeção.

O surto no Lar de S. Francisco infetou 92 pessoas com o vírus que provoca a doença covid-19, nomeadamente 75 utentes - 15 dos quais morreram - e 17 funcionários.

O primeiro caso de infeção confirmado no lar foi o de um funcionário, que, após começar a ter sintomas, fez um teste de despiste do vírus da covid-19, cujo resultado positivo foi conhecido no passado dia 24 de novembro.