Coronavírus

Covid-19. Surto em lar de Portalegre faz 10 mortos em três dias

Gestão do surto tem sido marcada pela falta de cuidadores.

Saiba mais...

Um surto no lar da Santa Casa da Misericórdia de Alter do Chão provocou já 10 vítimas mortais entre os utentes. Este é apenas um dos casos que estão a assolar vários lares no distrito de Portalegre.

Os casos foram detetados após o ano novo. Num ápice, uma espécie de avalanche chegou a quase todos residentes e trabalhadores deste lar da Santa Casa da Misericórdia de Alter do Chão: 49 utentes e 24 funcionários.

Com praticamente toda a comunidade positiva ficou pouca margem de manobra e surgiu um desafio enorme para encontrar cuidadores.

A gestão deste surto continua a ser muito sensível e está longe de estar resolvida, o que tem reflexos na comunidade.

O surto de Alter do Chão com 10 vítimas mortais em apenas três dias é uma das faces visíveis de um problema transversal a todo o distrito de Portalegre, onde existem mais de mil casos ativos e um registo superior a uma centena de mortes desde o início da pandemia.

É nos lares de idosos que a situação é neste momento mais complicada. Entre os casos mais recentes e em evolução negativa há registo de surtos em lares de Monforte, Arronches, Campo Maior, Crato e Castelo de Vide, entre outros concelhos do Alto Alentejo.

  • Mussolini: o pai dos populistas

    Extremos

    Antonio Scurati descreve Mussolini como "o primeiro líder populista da História". O líder fascista "é sem dúvida um ditador, mas foi também o ideólogo da tipologia de liderança populista que ainda hoje domina a cena política", conta o professor e investigador italiano à equipa Extremos

    Maria Rodrigues e Rita Murtinho