Coronavírus

Covid-19. Pressão nos hospitais no Norte e Centro do país é cada vez maior 

Hospitais sob pressão devido à pandemia de covid-19.  

Saiba mais...

A pressão nos hospitais no Norte e Centro do país é cada vez maior e os cuidados intensivos estão no limite.

No distrito de Viseu, o aumento do número de internados com o novo coronavírus reflete-se numa pressão cada vez maior no Centro Hospitalar Tondela-Viseu. Só há uma cama disponível nos cuidados intensivos, onde estão internados 23 doentes covid, e mais de 250 em enfermaria.

Em Vila Real, a situação é menos grave, apesar de o número de internamentos ter aumentando significativamente desde o final de 2020. O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro garante estar longe de uma situação de catástrofe.

Na Beira Interior, há mais de 6 mil infetados. Os Hospitais da Guarda, Covilhã e Castelo Branco têm mais de 260 doentes, 29 em cuidados intensivos.

Na região Centro, os hospitais têm mais de 1.400 doentes internados com covid-19, dos quais 100 estão ligados a um ventilador. Os hospitais de Coimbra já alargaram quatro vezes a capacidade e, mesmo assim, já só restam três camas livres.

Com os hospitais no limite, começou a funcionar uma unidade de retaguarda que vai receber doentes covid internados no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

  • 4:21