Coronavírus

Covid-19. “Só atingiremos números semelhantes aos de antes do Natal no início de março”

O debate sobre a evolução da pandemia em Portugal.

Saiba mais...

Ricardo Correia de Matos, da Ordem dos Enfermeiros, indica que Portugal é o segundo pior país da OCDE em rácio de enfermeiros por mil habitantes, o que justifica a incapacidade dos serviços em dar resposta aos doentes.

Pedro Cerqueira, professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, avança que Portugal vai ter um decréscimo mais lento de casos do que se verificou anteriormente. Razão pela qual só serão atingidos números semelhantes aos de antes do Natal – cerca de dois a três mil casos diários - no início de março.

Já o virologista Pedro Simas considera que o incumprimento das regras sanitárias foi o que levou a uma terceira vaga e que, se as regras forem cumpridas, atingiremos o pico em breve e a curva começará a descer.

A pneumologista Cláudia Chaves Loureiro diz que os doentes não covid chegam ao centro hospitalar universitário de Coimbra mais tarde e, por isso, em estados mais graves, sobretudo a nível de doenças crónicas e oncológicas.