Coronavírus

Covid-19 em Portugal. Aumento do intervalo entre doses está a ser ponderado 

Reuters

Em causa estão as vacinas da Pfizer.

Saiba mais...

O alargamento do intervalo entre a toma das duas doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 está a ser ponderado.

De acordo com o jornal Público, a ideia é adiar mais sete dias a administração da segunda dose, passando para quatro semanas o intervalo entre as duas tomas.

Fonte do processo explicou ao jornal que a decisão terá de ser tomada em conjunto pela Direção-Geral de Saúde, pelo grupo que gere o plano de vacinação e pelo Infarmed, mas terá de ser validada politicamente.

Se for aprovado, o alargamento vai permitir aumentar o número inicialmente previsto de vacinados com a primeira dose até ao final de março.

Covid-19. Mais de 248 mil pessoas já foram vacinadas em Portugal

Portugal já vacinou 248.708 pessoas, desde 27 de dezembro de 2020, revela o relatório de vacinação da Direção Geral da Saúde desta terça-feira. Mais de 433 mil receberam a primeira dose da vacina, o equivalente a 4% da população portuguesa.

O país já recebeu 830.730 doses da vacina, sendo que 718.143 já foram distribuídas.

No relatório constam também os dados da vacinação por faixa etária. Oito porcento da população com mais de 80 anos já recebeu as duas doses da vacina e 19% tomou a primeira dose.

  • 1:55