Coronavírus

Covid-19. Filipinas tentaram trocar enfermeiros por vacinas

Com 108 milhões de habitantes, as Filipinas querem comprar 148 milhões de vacinas.

Saiba mais...

As Filipinas tentaram trocar enfermeiros por vacinas com o Reino Unido e a Alemanha, mas desencadearam a revolta dos profissionais de saúde em Manila.

Na Bolívia, uma manifestação de médicos terminou em violência. O protesto que abalou La Paz foi desencadeado pelo decreto do estado de emergência que proíbe a greve e todas as manifestações e abre a porta à contratação de profissionais de saúde estrangeiros a meio da segunda onda da covid-19 que atingiu um sistema de saúde já em dificuldades e deixou os hospitais à beira colapso.

A greve geral começou na passada sexta-feira, mas os profissionais de saúde garantem que o socorro à população não está em causa.

Nas Filipinas o Governo propôs trocar enfermeiros por vacinas a países que compraram doses a mais como a Alemanha ou o Reino Unido.

Os atrasos nas entregas das vacinas já levaram vários países a assinarem contratos de emergência com farmacêuticas concorrentes para acelerar o processo.

Do outro lado do mundo, na Ásia, outros países começam agora a receber vacinas ou arrancar com a imunização, como Hong Kong, que começou por 200 profissionais de risco.

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia