Coronavírus

Alunos começam a regressar à escola no primeiro dia de desconfinamento

Canva

Regresso às escolas para alunos do ensino pré-escolar e do primeiro ciclo.

Saiba mais...

Cerca de 50 dias depois da suspensão das atividades presenciais, os alunos do ensino pré-escolar e do primeiro ciclo regressam esta segunda-feira às escolas, no primeiro dia do plano de desconfinamento para controlar a covid-19.

Esta segunda-feira, dia 15 de março, também reabrem as creches e as atividades de tempos livres (ATL) destinadas às crianças até ao primeiro ciclo, enquanto as escolas do segundo e terceiro ciclos voltam a abrir as portas a 05 de abril, ficando para 19 de abril o regresso às aulas presenciais dos alunos do ensino secundário e das universidades.

No final de janeiro, o Governo decidiu suspender as aulas presenciais no continente e os alunos tiveram, durante duas semanas, uma pausa letiva, regressando, a 8 de fevereiro, o ensino à distância.

Regresso às escolas. "É fundamental não passar o medo às crianças"

Outras medidas

No âmbito do plano apresentado pelo governo, podem também abrir as lojas de comércio local de bens não essenciais para venda ao postigo, assim como os cabeleireiros, as manicures, as livrarias, o comércio automóvel, a mediação imobiliária, as bibliotecas e arquivos.

O teletrabalho e o dever geral de confinamento mantêm-se como regras gerais previstas no plano.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro anunciou que o desconfinamento, previsto até 3 de maio, será um processo gradual e sujeito a apreciação quinzenal em função da avaliação do risco da pandemia de covid-19.

As medidas da reabertura anunciadas serão revistas sempre que Portugal ultrapassar os 120 novos casos de infeção por dia por 100 mil habitantes a 14 dias ou sempre que o índice de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 ultrapasse o 1.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros