Coronavírus

AHRESP considera desconfinamento "um sinal de esperança"

Ana Jacinto lembra as dificuldades que os comerciantes do setor estão a passar.

Saiba mais...

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) considera que a reabertura das esplanadas dá um sinal de alento ao setor da restauração. A secretária-geral da associação lembra que nem todos os restaurantes têm esplanada e sublinhas as dificuldades que tem vivido.

“O panorama é muito difícil com muitos constrangimentos, sempre muitas dificuldades. Mas a verdade é que é bom que haja esta reabertura, mesmo que faseada, mesmo que muito limitada. Porque dá um sinal de esperança. Acreditamos que os nossos empresários estão preparados, os nossos estabelecimentos cumprem regras muito apertadas de segurança há muitos anos e portanto só estão a intensificá-las”, diz Ana Jacinto, em entrevista à Edição da Manhã.

A secretária-geral da AHRESP lembra também que os consumidores têm a responsabilidade de cumprir as regras estabelecidas “para não corrermos o risco de termos de retroceder”. “Isso é que seria de facto completamente desastroso”, afirma.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros