Coronavírus

Juiz do Supremo do Brasil exige ao Senado investigação à gestão da pandemia

Pela segunda vez esta semana, o país registou mais de quatro mil mortes num só dia.

Saiba mais...

O Governo do Brasil já admite um confinamento parcial. Pela segunda vez esta semana, o país registou mais de quatro mil mortes num só dia.

Um juiz do Supremo Tribunal Federal exigiu já ao Senado uma investigação à gestão governamental da pandemia. O Presidente Bolsonaro devolveu a crítica aos governadores dos Estados que aplicaram o confinamento para travar o contágio.

No continente americano, o número diário de infeções atingiu também um novo máximo na Argentina. E há agora protestos em Buenos Aires contra a circulação de pessoas e os entraves ao funcionamento das atividades económicas.

Nos Estados Unidos, o país do mundo com mais casos e mais mortes, passou a ser o país que mais vacinou contra a covid-19. Só na Califórnia, já foram administradas mais de 20 milhões de doses.

Na Europa, a primeira-ministra da Noruega foi multada por violar as regras anti-covid. Vai pagar o equivalente a dois mil euros de multa por festejar num restaurante, o aniversário, com 13 pessoas. Dez é o máximo permitido para ajuntamentos.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros