Coronavírus

Com as esplanadas abertas, sexta-feira à noite ficou marcada pelo regresso ao Bairro Alto

Proprietários apelam ao cumprimento das regras.

Saiba mais...

Com as esplanadas abertas, a noite de sexta-feira marcou o regresso de muitos ao Bairro Alto, em Lisboa, e nem sempre foram cumpridas as medidas de segurança.

O plano de desconfinamento prevê que a partir de 19 de abril, os restaurantes, cafés e pastelarias recebam clientes no interior do estabelecimento. E que à mesa das esplanadas passem a sentar-se seis pessoas. Mas para isso é preciso que as normas sejam cumpridas, caso contrário em vez de um passo em frente, pode ser dado um passo atrás.

Os proprietários apelam aos clientes que respeitem as regras e pedem às autoridades que reforcem a fiscalização.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia