Coronavírus

Portimão recua no desconfinamento. Comerciantes revoltados com novas medidas 

Concelho com 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes.  

Saiba mais...

Portimão é um dos quatro concelhos que dá um passo atrás no processo de desconfinamento, isto porque se manteve na linha vermelha com mais de 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Ao fim de duas semanas de alívio, os cafés e restaurantes de Portimão são obrigados a recolher as esplanadas e as lojas terão de funcionar ao postigo. No caso dos ginásios e museus, as portas voltam mesmo a fechar.

A expetativa da população era muita, mas depois de anunciadas as medidas pelo primeiro-ministro, na quinta-feira, a reação não foi a melhor.

Ainda assim, há uma medida transversal a todo o país: os ensinos secundário e superior retomam as aulas presenciais na próxima segunda-feira.

Para além de Portimão, também Rio Maior, Odemira e Moura vão voltar a estar sob as regras da primeira fase. Estes concelhos devem cumprir as regras que estavam impostas a 15 de março, no arranque do desconfinamento.

DESCONFINAMENTO A TRÊS VELOCIDADES. O QUE MUDA A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA?