Coronavírus

Covid-19. Índia ultrapassa 20 milhões de casos, mas primeiro-ministro recusa confinamento geral

Alguns territórios indianos colocaram em prática algumas restrições na circulação.

Saiba mais...

A Índia superou, esta terça-feira, os 20 milhões de casos de covid-19 desde o início da pandemia. Apesar da situação dramática, o primeiro-ministro indiano insiste que o confinamento deve ser encarado como última opção.

Em Nova Deli os hospitais estão sobrelotados e a única forma de se conseguir vagas nos cuidados intensivos é se alguém morrer.

A crise pandémica não mostra quaisquer sinais de abrandamento, com a maioria dos profissionais de saúde à beira da exaustão. Nos crematórios e cemitérios, já não cabem todos os corpos, que são amontoados e terminam queimados a céu aberto.

A Índia atravessa a pior fase desde o início da pandemia, mas o Governo continua a recusar impor um confinamento geral, apesar da forte pressão interna, e até mesmo externa.

Pelo menos 11 estados ou territórios indianos já colocaram em prática algumas restrições na circulação, na tentativa de conter o vírus. Os números na Índia estão longe de começar a baixar, apesar da ajuda internacional que o país tem recebido na última semana.