Coronavírus

Covid-19. Especialistas dizem que festejar Santos Populares é "um risco muito elevado" 

Governo ainda não tomou decisão sobre arraiais.  

Saiba mais...

O Governo ainda não tomou uma decisão sobre os festejos dos Santos Populares, não se sabendo ainda se os arraiais vão ser permitidos ou se os horários da restauração vão ser alargados.

O Conselho de Ministros vai reunir-se esta quarta-feira e, no final, deverão ser anunciadas as medidas para as próximas semanas.

Enquanto não chegam as orientações do Executivo, as autarquias vão dizendo o que será permitido e o que é cancelado.

Em Lisboa, pelo segundo ano consecutivo, não haverá festejos oficiais. No entanto, o partido Iniciativa Liberal anunciou que vai organizar uma festa popular ao ar livre na zona de Santos, porque não pode continuar a haver "um país e dois sistemas".

No Porto, o autarca Rui Moreira já fez saber que vai haver festejos controlados. O presidente da Câmara diz que é fulcral para a indústria.

Apesar da vacinação contra a covid-19 estar a avançar a bom ritmo e da mortalidade estar baixa em comparação com o ano passado, os especialistas dizem que ainda não é altura para aliviar algumas das restrições e deixam um aviso: o risco de festejar os Santos Populares ainda é elevado.