Coronavírus

MNE reage a críticas de Merkel. Santos Silva assegura que Portugal cumpriu regras com britânicos

ANTÓNIO COTRIM

Merkel criticou o Governo português por ter deixado entrar britânicos sabendo do elevado número de casos da variante Delta no Reino Unido.

Saiba mais...

O ministro dos Negócios Estrangeiros assegurou esta quarta-feira que Portugal cumpriu as regras de saúde pública relativamente à entrada de turistas britânicos, depois das críticas de Angela Merkel à descoordenação europeia quanto a viagens na União Europeia.

"O que nós dissemos foi que os viajantes britânicos que vêm para Portugal, apresentando um teste negativo à chegada, podem entrar em Portugal. Não vejo que seja, de alguma maneira, escancarar Portugal aos ingleses sem o cuidado de verificar as suas condições de saúde no que diz respeito à covid-19", disse Augusto Santos Silva na comissão parlamentar de Assuntos Europeus.

"É difícil compreender as posições de alguns governos dos Estados-membros que agora querem propor novos critérios. O que nós fizemos em relação aos britânicos é o que a partir de 01 de julho será mandatório no âmbito da UE", disse ainda o ministro, que respondia a uma pergunta do PCP sobre regras de viagens para os cidadãos da UE.

Criticas de Merkel

Na terça-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, criticou a falta de regras comuns na União Europeia (UE) relativamente às viagens, dando como exemplo a situação de aumento dos contágios em Portugal, que a seu ver "poderia ter sido evitada", aludindo nomeadamente à permissão dada por Portugal, que preside atualmente ao Conselho da UE, à entrada de turistas - como os britânicos.