Coronavírus

Covid-19. Isolamento profilático de António Costa deverá ser apenas de cinco ou seis dias

Apesar de estar vacinado, o primeiro-ministro ficou em isolamento.

Saiba mais...

Dois dias pós ter sido testado por causa da infeção do primeiro-ministro luxemburgês, António Costa entra em isolamento profilático. O primeiro-ministro esteve em contacto com um membro do seu gabinete que testou positivo.

Os contactos foram considerados de baixo risco, de acordo com as autoridades de saúde.

Perante o primeiro contacto, com o primeiro-ministro Xavier Bettel, o gabinete de António Costa assegura que se confirmou o respeito pelas regras de distanciamento e uso de máscaras.

O primeiro-ministro realizou um teste à covid-19, onde obteve um resultado negativo, e não apresenta qualquer sintoma. No entanto, irá manter-se em isolamento, realizando "toda a atividade executiva à distância", apesar de ter sido vacinado com as duas doses desde 10 de maio.

A dualidade dos critérios fez o Presidente da República pronunciar-se e pedir explicações e clareza à Direção Geral da Saúde.

"eu penso que se ganha em explicar aos portugueses a razão pela qual quem tem certificado de vacina há mais de um mês tem de cumprir as mesmas regras, se contactou com alguém contaminado, de quem não se vacinou"

Ao que a SIC apurou, o isolamento deverá ser apenas de cinco ou seis dias com teste à covid-19 no último dia.

Veja também: