Coronavírus

Covid-19. Portugal com 70% das camas de cuidados intensivos ocupadas 

Os especialistas dizem que, apesar de ser preocupante, o país está longe de uma situação de rutura. 

Saiba mais...

A ocupação nos cuidados intensivos dedicados à covid atingiu os 70% da capacidade. Todo o país, à exceção do centro, regista uma incidência superior aos 240 casos por cem mil habitantes. Os especialistas dizem que, apesar de ser preocupante, o país está longe de uma situação de rutura.

A variante Delta está a ter um peso cada vez maior nos números da covid-19.

O país regista atualmente uma incidência cumulativa a 14 dias de 427 casos por 100 mil habitantes. Um valor que ultrapassa em larga escala o limiar de 240 casos por 100 mil habitantes e que se verifica nas regiões do Norte, Lisboa e Vale do Tejo e Algarve

O centro do país está fora desta lista, mas a manter-se o crescimento, esse limite será atingido dentro de 15 dias.

Os dados constam do último relatório da Direção Geral da Saúde sobre as linhas vermelhas. Mostra ainda que o Rt, ou índice de transmissibilidade, apresenta valores superiores a 1 a nível nacional, mais acentuado nas regiões do Norte e Alentejo.

O que também subiu foi o número de camas ocupadas em cuidados intensivos com doentes covid. São já 70% em Portugal continental. Há 179 doentes em UCI, a maior parte entre os 40 aos 59 anos, sobretudo na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Os especialistas dizem que, apesar de ser preocupante, o país está longe de uma situação de rutura. Destacam um novo perfil de doentes infetados que chegam aos cuidados intensivos.