Coronavírus

Covid-19. Quase 70% dos internados nos cuidados intensivos têm menos de 59 anos

De acordo com os especialistas, a mudança deve-se ao processo de vacinação.

Saiba mais...

Quase 70% dos doentes com covid-19 em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, segundo dados recolhidos pela Ordem dos Médicos. Em enfermaria, os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de metade. De acordo com especialistas, a mudança deve-se ao processo de vacinação.

Apesar das novas infeções oscilarem entre 1.000 e 3.000, como se registou em finais de fevereiro, os internamentos estão perto dos 200. Este número é inferior aos 2.000 apontados em fevereiro. O boletim da DGS revela esta terça-feira, que estão internados 919 doentes, mais 40 do que ontem.

Com 95% dos idosos com mais de 80 anos com a vacinação completa, a Ordem dos Médicos propôs ao Governo um novo indicador, que acrescenta uma avaliação de gravidade à atual matriz de risco. Para além da incidência e transmissibilidade, podem ser tidos em conta a mortalidade e os internamentos em enfermaria e em UCI.

Em Portugal, tudo indica que o pico da quarta vaga se transformou num planalto que se espera que em breve possa descer.

O R(t) nacional voltou a descer, segundo dados avançados esta terça-feira - tanto a nível nacional como no continente - de 1,07 para 1,04.

Os casos nas últimas 24 horas registam-se, sobretudo, até aos 59 anos, totalizando cerca de 90% das novas infeções, sendo em maior número entre os 10 e os 49 anos.

Veja também:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia