Coronavírus

Certificado digital deverá deixar de ser obrigatório nos restaurantes a partir de 1 de outubro

Canva

Mas continuará a ser obrigatório nos bares e discotecas.

Saiba mais...

O certificado digital covid-19 deverá deixar de ser obrigatório nos restaurantes, cafés e pastelarias já a partir de 1 de outubro.

De acordo com a edição de hoje do jornal Público, a medida deve ser hoje aprovada em Conselho de Ministros, deixando de ser um requisito para a entrada nos interiores dos espaços aos fins de semana à noite.

Por decidir, estará ainda nesta altura se se mantém ou não a obrigatoriedade de certificado ou teste negativo para a frequência de hotéis.

O certificado deve continuar a ser obrigatório para quem entra no país e ainda no acesso a bares e Discotecas que também reabrem a 1 de outubro.

Mais de 4,7 milhões de mortos em todo o mundo

A covid-19 provocou pelo menos 4.705.691 mortes em todo o mundo, entre mais de 229,48 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.925 pessoas e foram contabilizados 1.063.100 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Entretanto surgiram novas variantes, nomeadamente as identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

A grande maioria dos pacientes recupera, mas uma parte evidencia sintomas por várias semanas ou até meses.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global